/cultural notícias

Cinema Comentado

18/09/2018

Vem aí o Cinema Comentado no Ipê Clube, com a exibição do filme O Fiel Camareiro e logo após, um encontro produtivo com o diretor de teatro Paulo Fabiano.

O evento será realizado no auditório, dia 20 de setembro, às 20h.

Paulo irá analisar aspectos artísticos, cinematográficos e autorais, que envolvem as artes cênicas.

Confira a sinopse do longa:

Direção: Peter Yates

Elenco: Albert Finney, Tom Courtenay, Edward Fox mais

Gênero: Comédia dramática

Nacionalidade: Reino Unido     

Duração: 1h59

Durante a 2ª Guerra Mundial vive um idoso (Albert Finney), mais famoso ator shakespeariano, que agora está frustrado, senil e à beira de uma crise nervosa. É conhecido pelo elenco e equipe apenas como "Sir" e continua sua temporada pelos teatros britânicos com um grupo de velhos atores, que ficaram isentos do serviço militar. Sir exerce uma tirânica liderança na companhia, que começa a desmoronar em virtude da sua idade e seu estado de saúde. Ele conta com Norman (Tom Courtenay), seu camareiro, um homossexual infinitamente fiel que tem uma dedicação tão extrema e até irritadiça. No momento estão encenando "Rei Lear" e Norman inclina-se às exigências por vezes absurdas de seu patrão, cuida de sua saúde e procura lembrá-lo do papel que está encenando, já que às vezes Sir se confunde. Em suma, Norman faz qualquer coisa para este homem que ele aprendeu a amar e a respeitar, sendo que há uma forte ligação entre eles, pois apesar de não ser conhecido como seu patrão, ambos devotaram suas vidas ao teatro.

 

Mais informações no departamento cultural.

Não perca a oportunidade de conhecer mais sobre a arte cinematográfica!!!

 

Concurso de Poesia no Ipê Clube

06/09/2018

O projeto Quinzena Jorge Amado e Dorival Caymmi ocorreu nesta quarta (5), no Ipê Clube, e apresentou o Concurso de Poesia, que teve como objetivo a apresentação de poesias, sendo que três foram finalistas, e julgadas pelos jurados Jean Garfunkel e Maria Inês Assumpção.

Além disso, o Ipê recebeu os corais Cantando no Quintal, Coral Deluz, Coral Cantarte e o nosso Coral Ipê, que preparou canções de Dorival Caymmi, Dori Caymmi e Jorge Amado.

O Ipê incentiva a expressão da arte e tem mais atividades culturais da Quinzena para você: a exibição dos filmes Gabriela e Dona Flor e seus Maridos, a apresentação do show Mar e Amor com Jean Garfunkel e Joana Garfunkel (13 de setembro), e um descontraído encontro musical, O Bataclan do Jorge, com a participação do Grupo Vida Vadia (14 de setembro).

Confira a classificação do Concurso de Poesia:

- 3º Lugar

VOLÚPIA

Alexandre Moreira

 

Noite de lua cheia, assim clareia

Volúpia quem entre nós, sempre é veloz

Mal se ouve nossa voz, num quarto à sós

O sangue incendeia e ferve a veia

 

O prazer inflama, ascende a chama

Fascínio voraz, tudo é capaz

Por isso a gente faz, volta e refaz

Escorre e derrama em qualquer cama

 

Nos deixa ofegante e irradiante

O suor da pele, se repele

Por ser delirante, segue adiante

 

A paixão desliza e suaviza

Seleta e repleta nos completa

Encanta e eterniza, nossa brisa!

 

 

- 2º Lugar

ESPLENDOR

José Carlos Zanini Junior

 

Em ti, constantemente te inspiro;

Me despertas a veia de criador;

Quando na tua presença, até suspiro;

Um suspiro, tal qual o de amor.

 

Por vezes te desnudas solenemente;

E mostras, sem pudor, a tua beleza;

Por outras, te retrais, timidamente;

Deixando na tua presença, incerteza.

 

Te destacas, no meio dos teus pares;

Como se apertada por um muro;

Me guias nos mais revoltos mares;

Transformando-te no meu porto seguro.

 

Contudo, tens um lado que me intriga

Um lado que não mostras com clareza;

Será que és só amante ou só amiga?

Oh lua! Esplendor da natureza.

 

- 1º Lugar

VELHICE

Sérgio Guimarães

 

Disse uma vez Jorge Amado

“velhice não é coisa que presta”

Eu nem fiquei chateado

Porque é isso que me resta.

 

Meus palpites eram discutidos,

Pediam sempre minha opinião.

Hoje não são nem ouvidos,

Só fico olhando pro chão.

 

Ia muito ao teatro, a cinema

Nos bailes, não perdia uma dança.

Hoje me dizem – não vale a pena

Fica em casa, descansa.

 

Eu nem sei o que fazer

Eu nem sei se estou cansado

Então só a dizer

“você tá certo Jorge Amado”

 

- Os corais cantaram:

Coral Cantando no Quintal, com a regência de Ricardo Barison

 

Pout-Pourri Jackson do Pandeiro (Jackson do Pandeiro / Arranjo: Ricardo Barison)

Tuinha (Domínio Público / Adaptação do arranjo de Mara Campos)

Tá caindo fulô (Congada de MG / Arranjo: Ricardo Barison)

 

Coral Deluz, com a regência de Luís Anselmi

Canções e Momentos (Milton Nascimento / Arr.: Dinamar Depret)

Alguém Cantando (Caetano Veloso / Arranjo: Maru Ohtani)

Despedida (Roberto Carlos / Arranjo: Luís Anselmi)

 

Coral Cantarte, com a regência de Ricardo Barison

Clareana (Joyce / Arranjo: Ricardo Barison)

Tristeza (Niltinho Tristeza e Haroldo Lobo / Arranjo: Ricardo Barison)

O Circo (Batatinha / Arranjo: Ricardo Barison)

 

Coral Ipê, com a regência de Ricardo Barison

Maricotinha (Dorival Caymmi / Arranjo: Ricardo Barison)

Alegre Menina (Jorge Amado e Dori Caymmi / Arranjo: Ricardo Barison)

Suíte dos Pescadores (Dorival Caymmi / Arranjo: Eduardo Cruz Navega)

Foram encontrados 41 registros, mostrados aqui de 1 a 2.
Página(s):  [1]   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21

 
 
 
 

Rua Ipê, 103 • Ibirapuera • São Paulo • SP • CEP 04022-005 • Tel. (11) 5574-7255
Copyright © • Todos os direitos reservados